Tags

, , , ,

“Não deixe que os outros te pintem, caiba em todas as matizes, mas, coloque você mesmo a sua cor preferida do seu jeitinho e core o seu rostinho.”

A Psicologia das Cores e seu poder na comunicação e imagem pessoal

Nossa imagem visual é um tipo de comunicação não verbal. Porém, podemos diminuir o ruído de nossa comunicação usando elementos do design. Quando falo sobre “ruído”, me refiro ao conceito que cada pessoa tem sobre si. O conceito do outro, o que ele enxerga a nosso respeito. E o que de fato somos.

Você já se pegou parada em frente ao guarda-roupa e, mesmo com ele cheio de peças, afirmou não ter nada para vestir? Isso não é difícil de acontecer quando não temos segurança sobre a imagem que queremos transmitir e sobre como queremos ser notadas.

A cores são elementos fundamentais na construção da identidade visual. E é o que causa o maior impacto. Seja num ambiente como uma exposição de arte ou em uma combinação de roupas, é o que primeiro nos salta aos olhos e chama atenção.

Nesse sentido a cor é como um apoio, um elemento para reforçar tudo o que a gente é e quer ser.

Existem duas ciências sobre a cor: A “Psicologia da Cor” que trata sobre a emoção. Não vemos uma cor, reagimos a ela. Ou seja, cor é sentido. Trata-se de como nos sentimos ao estar em contato com uma cor. E a “coloração pessoal” que é a análise de como a pele reage às características da cor.
Isso quer dizer que existe uma harmonia de cores para cada tipo de pele.

Nas duas ciências existem efeitos positivos e negativos. Um exemplo disso é que na coloração pessoal os efeitos positivos são uma pele mais iluminada, com aspecto mais saudável, descansada, suave.
E os efeitos negativos são uma aparência cansada, abatida, com acentuada marcas de expressão. E, se tratando de ambiente, da mesma forma.

Cores suaves e claras transmitem uma sensação de bem estar. Já as cores vibrantes e escuras podem causar uma inquietação, estresse e desejo de ir embora do local.

Compartilho aqui com vocês um pouco da psicologia das principais cores:

Verde – frescor, fertilidade, natureza, saúde e tranquilidade.

Laranja – alegria, sociabilidade, energia, calor e juventude.

Azul – harmonia, paz, distante, integridade e sabedoria.

Preto – poder, mistério, sofisticação, segredo e formalidade.

Branco – pureza, inocência, bem, leveza e limpeza.

Marrom – preguiça, aconchego, terra, estabilidade e trabalho.

Agora passe a observar quais cores de trazem mais efeitos positivos, de deixa mais iluminada, saudável, descansada e suave e abuse em usar as cores que mais te destacam e contribuem positivamente para a sua comunicação e imagem pessoal. Afinal todo mundo tem o seu charme exclusivo para se destacar! 🙂