Tags

, , , , , , ,

“Podemos julgar o coração de um homem pela forma como ele trata os animais.” (Immanuel Kant)

Uma pesquisa finlandesa concluiu que crianças que convivem com cães e gatos são mais saudáveis e apresentam menos infecções respiratórias no primeiro ano de vida. O contato com cães e gatos é favorável principalmente em relação ás infecções de ouvido e para a diminuição da quantidade de antibióticos usados pelos bebês.

Segundo pesquisadores, a convivência com cães e gatos amadurece o sistema imunológico na infância, tornando-o mais resistente, visto que, a exposição a germes na medida certa é algo benéfico para o desenvolvimento do sistema de defesa, no entanto, essa exposição deve ser em relação aos microorganismos do bem.

Além dos animais de estimação fazerem bem para a saúde eles também podem salvar vidas, é o caso de James, um morador de rua de Londres na Inglaterra, que através da amizade com o seu gato Bob, sua vida ganhou um novo sentido.

Bob é o parceiro que faltava para James. Por causa do gato ele parou de usar drogas, criou responsabilidade para cuidar dele e juntos acabaram saindo ás ruas para cantar. Hoje fazem muito sucesso. Atualmente a história da dupla é contada no livro “Um gato de rua chamado Bob” que é um fenômeno editorial na Grã – Bretanha, já foi traduzido para dezesseis idiomas, inclusive para português e é uma lição de vida para muitas pessoas.

Agora com a fama, a dupla não consegue trabalhar, pois, a todo momento são interrompidos para tirar fotos, vender livros e dar autógrafos. Para James, Bob é o seu maior companheiro, visto que, ele lhe dá amor, não pede nada em troca e ainda devolveu-lhe o senso de responsabilidade e razão de viver. Por causa dele, hoje James reatou as relações com seus pais, irmãos e amigos.

Confira detalhadamente a história de James e seu gatinho Bob:

Fonte: Jornal Nacional e Mais Brasília