Tags

, , , , ,

“Quando você fizer uma boa ação e não for devidamente reconhecido, não fique triste. Lembre-se que o sol dá um espetáculo durante todas as manhãs, porém muitos ainda estão dormindo.” (John Winston Lennon)

Hoje me deparei com a mensagem: “Quero ser feliz ou ter razão?” O que me fez refletir que, as vezes, perdemos a oportunidade de estarmos de bem com a vida, simplesmente por causa da razão. No íntimo todos nós sabemos onde está e onde encontrar a nossa felicidade e o que nos faz realmente melhor, o problema é que gastamos muita energia para demonstrarmos que temos razão, quando deveríamos usá-la para conquistar aquilo que realmente desejamos.

Se você parar para pensar em suas atitudes no dia a dia, você irá perceber que muitas vezes você deixa de ser feliz por querer ter razão, ou seja, o orgulho aumenta o seu ego quando você prova para alguém que você é quem está certo e que está com a razão, porém por trás disso, você sabe que mesmo tendo a razão você não está completamente feliz.

Para você se sentir mais feliz, muitas vezes você tem que ceder, mesmo que no íntimo você ache que você é quem está certo, sempre você vai ter que relevar algumas situações para poder seguir em frente e ficar bem com as pessoas. Em alguns casos ao ouvir alguém falar algo que você não concorda, você deve fingir que não ouviu, ou que está de acordo, pois esta atitude evita muitos contratempos.

A partir do momento que você tem a convicção que você quer é ser feliz, mais você será, pois você passa a ignorar coisas que são feitas para te afetar, ou seja, ouve alguém falar algo que você não está de acordo e nem liga, finge que está de acordo, mas no fundo não está. Isto porque não é a sua opinião que vai mudar a opinião da outra pessoa ou do mundo, passa a entender que todos têm opções, opiniões e formas de pensar diferentes, reconhece que às vezes você faz muitas coisas e ninguém dá à mínima, mas nem por isso você vai deixar de fazer o que gosta e etc.

Quando você opta pela felicidade e não pela razão, você evita discussões, brigas, aborrecimentos, chateações, vive mais feliz e em paz, afinal você não precisa provar nada pra ninguém.

Se você vê e sente que as coisas estão caminhando bem da sua forma, você continua investindo na sua maneira de viver da forma que é melhor para você, sem ter a obrigação de mostrar que você é quem tinha razão, pois você não é obrigado a dar satisfação ou mostrar que saiu vencedor para ninguém.
Particularmente acho que a sensação de ser feliz é bem melhor do que a de ter razão.

Quanto mais você se despreocupa e suas razões são pra você, bem mais feliz você é. Então use a sua inteligência emocional em todas as áreas de sua vida como no amor, nos estudos, no trabalho, no descanso e manipule suas emoções de forma que elas trabalhem a seu favor e te leve para mais perto de seus objetivos.

Então, você prefere ser feliz ou ter razão?