Tags

, , , , , , , ,

Maturidade não é se recusar a rir de uma piada, a brincar, mas sim, não fugir dos problemas e saber enfrentá-los de frente, é saber resolvê-los sem desespero… É passar por uma tempestade sabendo que existe um sol escondido atrás das nuvens, que aparecerá quando menos esperarmos. (Sarah Ismênia Saruth)

Maturidade é um fator essencial que impacta muito no desempenho dos profissionais, por isso muitos dizem que as pessoas são contratadas pelas competências técnicas e demitidas pelas competências comportamentais.

Isso porque jovens profissionais quando expostos a um grau de decisão mais complexo ou a uma situação de muita pressão não sabem o que fazer, e acabam se comportando de maneira infantil ou agressiva.

Estudos psicológicos dizem que a maturidade psicológica equivale a um grau de adaptação das pessoas em seu próprio ambiente, é o modo como elas respondem aos acontecimentos, que indica o seu grau de maturidade. Um dos maiores benefícios da maturidade é a perda dos medos na juventude onde os problemas continuam existindo, mas com a maturidade eles se tornam mais fáceis de serem resolvidos.

Segundo Paulo Campos, profissional experiente em comportamento humano, gestão de pessoas e liderança, existe uma curva natural de maturidade desenvolvida ao longo da vida, porém isso não é regra. Independente da idade o desenvolvimento da maturidade esta relacionada a 3 dimensões :

Consciência de si: estabilidade emocional, autoconsciência, autoconfiança e tolerância ao estresse;
Consciência do outro: empatia, habilidades sociais, uso do poder e da autoridade e flexibilidade;
Consciência da organização: diplomacia, responsabilidade, abertura à mudança, sabedoria e política.

Diante da falta de talentos, muitas empresas procuram por profissionais mais maduros e experientes, a fim de obter vantagem competitiva, mas muitas vezes é necessário acelerar a maturidade através de um processo monitorado pelo superior do profissional, pelo departamento de RH e às vezes, um coach.

Este monitoramento pode ser realizado através de uma avaliação 360° com os respectivos indicadores de maturidade e aí é tomada a decisão de quais indicadores serão trabalhados durante o processo de desenvolvimento. São planejadas também ações práticas que coloquem o jovem líder a viver e conhecer os seus limites e reações. A sua maturidade é desenvolvida através do autoconhecimento, por experiências práticas e feedback constante e informal.

Portanto a maturidade tem mais a ver com os tipos de experiências vividas e aos poucos você começa a perceber que sua preocupação com os outros é maior do que com você mesmo.

Errar é humano, tropeçar é comum. Ser capaz de rir de si mesmo é maturidade!

Fontes:
Você S/A e Professor Paulo Campos

Anúncios