Tags

, , , ,

Na vida, toda mulher passa pelo momento de vencer a dúvida e o medo de se casar. Imaginam como será realmente a vida de casada, vão vencendo o medo e depois já se imaginam no figurino branco, de véu e grinalda em um vestido perfeito para elas.

Poucas coisas mexem tanto com o imaginário feminino quanto um vestido de noiva. Até as moças que dizem que não querem se casar, se entusiasmam em ajudar a amiga a escolher o vestido de noiva, que afinal é sempre muito lindo.

Depois de vencer o medo e as dúvidas sobre se casar ou não as meninas teem que driblar outro medo: o do vestido ficar realmente lindo e não acontecer nada de errado com ele até terminar a cerimônia do casamento.


Na verdade não é preciso ter tanto medo e é simples vencê-lo. Trajes de noiva não seguem moda: Os especialistas em vestidos de noiva inovam aqui e ali, mas no final são ditados pela vontade da mulher que vai subir ao altar. O que os especialistas fazem é orientar a noiva para ajudá-la a encontrar o modelo o qual ela já se imaginava, e que já se encaixava nos sonhos dela. O sonho da noiva é o que vale!

As noivas com certeza irão vencer este medo de errar no modelo do vestido, pois afinal sempre recebem boas orientações.

Confira algumas dicas:

Modelos carregados de pedras e cristais são ótimos para serem usados à noite. De dia, modelos sem brilho são mais recomendados.

Véus longos e decorados, ou as mantilhas, são ideais para casamentos à noite, em igrejas suntuosas. Para casamentos ao ar livre ou mais simples, o ideal é optar pela versão curta ou abandonar o véu.

Para as noivas que querem aumentar o busto ou disfarçar seios muito grandes, vestidos tomara-que-caia é uma boa opção. Podem ser usados com bojo para aumentar o volume, ou sem, para esconder.

Para as mulheres mais “cheinhas” ou baixas a dica é evitar vestidos com corte horizontal, que achatam a silhueta. Modelos assim são ideais para quem se acha muito alta ou muito magra.

Procurar o vestido com antecedência ajuda a noiva a chegar com tranquilidade ao dia de subir ao altar. “O ideal é começar a procurar o vestido uns dez meses antes do casamento.Vencida toda esta etapa do medo e da ansiedade é hora de experimentar a vida de casada.

Ainda não sou casada, mas sempre ouço histórias positivas sobre o casamento. A nossa felicidade somos nós quem fazemos e acredito que o mistério para que a vida a dois seja sempre feliz  é sempre estar cuidando muito bem do seu jardim, pois o jardim bem cuidado sempre floresce e assim é o amor se regar com carinho a tendência é sempre crescer.